Nunca queiram descobrir como vocês nasceram. NUNCA!

A preguiça bateu forte aqui e eu vou escrever um post de junho praticamente em agosto. Mas faz parte (da minha preguiça, claro).

Festa Junina. Quentão. Vinho quente. Paçoca. Teta de Nega (gente?). Milho cozido. Milho verde. Milho. Bolo de fubá. Bolo de cenoura. Mais paçoca. Mais bolo. Mais quentão e vinho quente. Basicamente, quando você pede um prato de doce ou salgado pros convidados trazerem, a imaginação deles é tanta que não vai além dos alimentos aí citados.

Eu, particularmente, acho a melhor festa do ano, passando fácil o Carnaval, o Natal e o Ano Novo. Não é nem pelo traje, mas pela sensação de felicidade das pessoas. No Natal geralmente alguém esquece de comprar o presente de alguém, no Ano Novo é sempre a mesma queima de fogos e no Carnaval você não tem memória o suficiente pra lembrar do que fez. A Festa Junina tem um significado diferente. É uma alegria pura, bonita, alegre… até as verdades de quem você nunca viu bêbado na vida começarem a sair. Meus amigos, se vocês querem que uma festa seja boa, não dê bebida pra quem você não sabe do que é capaz. Pode ser até aquela sua vizinha que é sua vizinha desde que você nasceu e tem quase 80 anos. Não dê nada. Mande-a comer paçoca, sei lá, mas bebida NUNCA!

A festa, que é algo que fazemos aqui em casa todo ano e reúne os familiares e amigos próximos, estava rolando como manda o figurino caipira: casamento, olha a chuva, a cobra e a formação da quadrilha, que é especialidade da casa (volta da cadeia tio dé e tio rico… saudades S2). Porém, como eu disse antes, uma coisa inesperada aconteceu. Minha vizinha estava mais pra lá do que pra cá com tanto quentão injetado nas veias que resolveu se pronunciar. E pra quê eu fui dar trela? Eu, achando tudo muito engraçado, resolvi incentivar ela a falar bobagens. Descobri que o filho dela curte usar calcinha, que a filha tem mania por grudar chiclete no cabelo (?), que o marido já não comparece há uns 12 anos e que eu fui concebido na casa dela. PERAAAAAAÍ! QUÊ? Como assim? Explica direito isso, caraio! Ela entre um soluço e outro de bêbada contou a história toda. Diós, por que eu fui querer saber como eu nasci? Eu poderia morrer sem saber que eu ia ser uma pessoa extremamente feliz. Talvez isso explique porque essas merdas só acontecem comigo…

Era uma Festa Junina na casa dela em 1986. Meus pais já tinham duas filhas de 4 e 5 anos e as deixaram em casa dormindo e foram pra festa, que, naquela época, ia muito além do quentão e do vinho quente. Você acha que com as ideias atuais dos seus pais eles eram conservadores na sua juventude… tá bom! Meus pais eram locaços da cachuleta, pelo que descobri 🙁 . Segundo relatos da minha vizinha, o bicho começou a esquentar quando eles vieram com um funil e aquelas mangueiras pra dar canjbrina de boca em boca. Meus pais, totalmente responsáveis (adeptos do se beber não dirija, pois somos vizinhos de parede), mataram uma garrafa inteirinha. O que esperar de um casal caliente desses? Ela me contou mais detalhes, que obviamente vou omitir aqui para que eu não tenha que ler sempre isso no blog, mas eles foram para o quarto dela em um determinado momento da festa. Depois dessa farra toda, vou deixar vocês adivinharem em que mês eu nasci, hein. 1, 2, 3, valeeeendo…

Descobri que além de não ter sido planejado, não era querido, nunca fui bem-vindo, ninguém me ama e ninguém me quer. Ou seja, fui um erro para essa sociedade e só estou aqui a passeio mesmo. Se eu fosse vocês tomava cuidado, porque pessoas assim são perigosas. Desde a barriga eu comi o pão que o diabo amassou e que minha mãe digeriu. Fiquei triste, porque desde 1987 estou tomando no cu e tudo só fez sentido agora. O bom é que levo tudo na esportiva. Tô quase indo pras Olimpíadas por tanta esportividade. 🙁

Saudade do pai e da mai ~ GUILTY

Clica aí no meu Twitter. Preciso de um apoio moral e psíquico.

49 respostas para “Nunca queiram descobrir como vocês nasceram. NUNCA!”

  1. Fui concebida em novembro, com certesa no dia 2, Finados, pois meu humor é tão radiante que meu apelido é Vandinha (Família Addams, não sei se é necessário explicar isso). Meus pais eram meio hippies, e não quero nem imaginar o que rolou. E eu não fui planejada também, sempre tomo no cu, like you (se eu colocar “como voce” vai soar estranho) e sou culpada por tudo. Uma vez quando joguei na cara deles que se tivessem usado preservativo eu não estaria aqui, eles me contaram que o preservativo estourou. Então desde sempre venho fodendo a vida dos meus pais, fazer o que. Não quer filho, não faça sexo, ueh. Tão simples, não??? Abraços moço.

  2. Puts, azar mesmo!
    Nunca de bebida a quem vc não sabe do que é capaz!
    Nasci em Julho, provavelmente brincadeirinha de outubro, mês das crianças…

  3. Gente… Isso traumatiza uma pessoa.
    Mas adorei a história e compartilho sua dor. Ñ ser planejado é o 1° passo p uma vida lascada, onde só nos ferramos.
    vValeu!!!!!

  4. Haha, nunca soube como fui concebida, só que minha irmã ficou 2 anos pedindo, mas meus pais não me queriam, e também sou de março… Não duvido nada que tenha sido algo do tipo comigo tbm, já que meus pais eram bem “locaços da cachuleta” :S
    Parabéns pelo blog, é um dos meus favoritos (:

  5. nunca pergunei como fui concebida, mais provavelmente deve ter sido na casa do meu pai, na época ele morava só, eu também sou de março, e minha mãe nao me queria :~
    uhahuahuauhhua
    B! adoro seu blog *-*

  6. Cara, eu tbm não fui planejado! só que nascí em fevereiro!!

    Descobri isso pela data de casamento dos meus pais!!!
    hsuahsauhsauhsauhsaushahsu

    Existem coisas que só acontecem comigo (seria isso plágio???)

  7. Oi! Rsrsrsrs… Adorei seu post. Eu acho que fui planejada antes de vir ao mundo (ou não). Eu fui concebida em outubro (mes de niver do meu pai) aushuasaus… sem comentários…
    Beijo

  8. e eu que fui concebida nas férias de janeiro lá no quartinho de empregada da casa da minha vó.
    ~ MAS MINHA MAE NAO É A EMPREGADA. ~
    minha mãe ainda me contou os detalhes e ainda me levou lá u.u

  9. Acho q fui ‘planejada’ e q não tem nenhuma história bizarra sobre a minha ‘fabricação’. Fico enchendo o saco da minha mãe [deixando ela sem jeito haha] mas ela nunca me contou detalhes. ahuahu

  10. cara, você é o que minha mãe chama de ‘cagado de urubu’ porque tudo acontece contigo ! KKKKK amei o post, tb sou fruto de festa de natal, nasci em 27/09.

  11. HAHAHAHAHA.. Há um tempo atrás descobri que fui concebida no dia do aniversário da minha mãe ‘-‘
    Só assim fui me tocar que eu nasci 8 meses e 29 dias depois do aniversário dela, haha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *